Portal do Governo Brasileiro
X

A JUNTA INTERAMERICANA DE DEFESA NO CONTEXTO POLÍTICO-ESTRATÉGICO DO SÉCULO XXI, por CMG Küster

Acervo digital » Entorno Estratégico

Postado por Talita de Almeida em 30/10/2017

 

MAIA, João Carlos Küster. A JUNTA INTERAMERICANA DE DEFESA NO CONTEXTO POLÍTICO-ESTRATÉGICO DO SÉCULO XXI: O RELACIONAMENTO COM TEMAS DE INTERESSE DO BRASIL. Monografia. Curso de Política e Estratégia Marítimas. Escola de Guerra Naval: 2013, 87 p.

 


 

 

Ao estudar a Junta Interamericana de Defesa no contexto político-estratégico do século XXI, buscou-se analisar a legitimidade, a eficácia e a efetividade do seu assessoramento, nos tema s de defesa de interesse do Brasil no contexto político-estratégico do século XXI. Reconhece-se a relevância do estudo, considerando os principais argumentos que justificaram a criação e manutenção da Junta até os dias de hoje, notadamente com base em sua missão de preparar os Estados membros para a defesa do hemisfério. A investigação teve como delineamento a pesquisa documental, por meio de uma abordagem qualitativa e de natureza descritiva. Os conceitos desenvolvidos ao longo do trabalho foram amparados pelo referencial teórico extraído de autores da Geopolítica e fundamentados nos documentos legais pertinentes ao objeto do estudo. Os principais resultados indicam que as transformações e as novas ameaças no sistema internacional motivaram a modernização da Junta Interamericana de Defesa. Neste particular, a participação do Brasil ocorreu de forma discreta, apesar da legitimidade da entidade. Em referência à eficácia e efetividade da atuação da Junta, destaca-se o assessoramento técnico em caso de desastres naturais e de ameaças multidimensionais, tendo o Brasil colaborado com essas ações, sobretudo no serviço de desminagem. Todavia, constatou-se não haver demandas de assessoramento do Brasil em assuntos de seu interesse, o que, possivelmente, precisa ser reavaliado na atuação do Estado brasileiro. Conclui-se que, considerando os objetivos nacionais de defesa do Estado brasileiro, é imperativo que o Brasil envide esforços no sentido de ser mais atuante na Junta Interamericana de Defesa, inclusive, como mecanismo de projeção no sistema internacional no contexto multipolar do século XXI.

 

Download do Arquivo

 

Conheça também

 
Conheça nossos eventos: Pandiálogos, Workshops e Seminários
+ eventos
 
Saiba tudo sobre os estudos publicados pelo Instituto e colaboradores
+ saiba tudo
 
Assine a newsletter e receba os conteúdos do Instituto Pandiá
+ assinar